Botões superiores

24 Jul 2020

Acolhimento das emoções para o retorno das aulas presenciais

Conteúdo patrocinado pela Kuau
Acolhimento das emoções para o retorno das aulas presenciais

A aprendizagem socioemocional ganhou de vez espaço no projeto pedagógico escolar do país ao ser normatizada pela BNCC. No contexto do isolamento social e da pandemia, ela se fez ainda mais necessária para garantir as condições adequadas para as atividades de ensino e aprendizagem.

A saúde mental é uma pauta urgente na educação e motivo de preocupação de muitas famílias. Segundo a OMS, em 2018, 1 em cada 5 adolescentes já enfrentava problemas de saúde mental. Esse problema foi intensificado durante a pandemia, cujo impacto ainda vem sendo mensurado.

ACOLHIMENTO PARA A VOLTA ÀS AULAS
Desta forma, o planejamento emocional para o retorno às aulas presenciais não pode ser negligenciado. O Acolhimento enquanto estratégia pedagógica potencializa a relação da escola com a comunidade escolar, podendo ressignificar a socialização e formas de encarar os desafios.

A prática do Acolhimento permite: o compartilhamento de sonhos e expectativas de futuro, gerando vínculos; torna o ambiente menos propício ao bullying; desenvolve o autoconhecimento por meio do suporte pedagógico e contato com o coletivo, além de promover o aprendizado para lidar melhor com medos e frustrações.

Qualquer plano de retomada presencial da escola terá melhores resultados a partir da preparação dos envolvidos (educadores, famílias e alunos) para cultivar atitudes mais empáticas, solidárias e acolhedoras. Trata-se, portanto, de uma oportunidade para diferenciar sua escola frente à situação, utilizando a vivência da pandemia como objeto pedagógico da aprendizagem socioemocional.

OFICINA ONLINE SOBRE ACOLHIMENTO
Para promover essa cultura positiva na escola, há que se investir em formações, oficinas e atividades lúdicas nesse sentido, primeiramente com os profissionais para, em um segundo momento, aplicá-las com os alunos.

Estratégias didáticas para apoiar o retorno às aulas foram tema da oficina online sobre Empatia e Acolhimento na escola. Uma parceria entre a Bett Educar e a KUAU, o evento contou com especialistas, educadores e adolescentes aplicando ferramentas simples, práticas e gratuitas para inspirar a escola nesse momento desafiador.

Metodologias como as que foram abordadas no evento - respaldadas por estudos nos campos da Psicologia Positiva, Psicopedagogia Comportamental e Neurociências, estimulam a escuta ativa, o otimismo e o aprendizado socioemocional. Isso é importante pois tem a capacidade de devolver aos estudantes a capacidade de sonhar, refletir positivamente sobre o futuro, preparando o terreno para a construção de seus Projetos de Vida.

MAPA DA EMPATIA
O Mapa da Empatia é um ponto de partida necessário para acolher e escutar os envolvidos com a escola, considerando seus contextos emocionais, perfis comportamentais, desafios, necessidades e influências. É um ótimo exemplo de intervenção estruturada, otimista e propositiva.

A ferramenta estimula o acolhimento e gestão das emoções por meio da escuta ativa e coletiva, ressignificando vivências e estimulando a reflexão sobre formas de agir. Isso é importante pois vai além de um espaço de desabafo coletivo, trazendo uma mensagem de esperança na escola.

Aprenda mais: Como usar o Mapa da Empatia na Escola:

 

 

Veja mais
Loading

Assine a newsletter da Bett Educar

Seja o primeiro a saber sobre novos palestrantes, conteúdos recém-lançados, notícias, novidades de quem está exibindo e muito mais.


 

Botões superiores

Parceiros

 

 

Patrocinadores



Apoiadores