Botões superiores

03 Mar 2020

Escolas inovadoras estão muito além do investimento em tecnologia

Redação Bett -Texto veiculado na revista SIEESP
Escolas inovadoras estão muito além do investimento em tecnologia

Robótica, programação, cultura maker, educação 4.0. Inovação e tecnologia aumentam a competitividade de qualquer empresa. Inclusive se a empresa em questão é uma instituição de ensino. Isso porque a tecnologia é um facilitador, e ajuda a quebrar barreiras, pois permite que os professores desenvolvam novas experiências de aprendizado imersivas e inclusivas.

Como resultado, mais e mais escolas que integraram a tecnologia em sua abordagem de ensino e aprendizagem estão descobrindo que isso ajuda os alunos a aumentar suas habilidades de pensamento crítico e resolução de problemas, aprender a qualquer hora e em qualquer lugar, e melhorar os resultados acadêmicos.  

Mas será que adotar novas metodologias de ensino, investir na atualização dos professores e adquirir ferramentas tecnológicas bastam para a transformação digital e inovadora?
Para José Moran, professor de Novas Tecnologias na Universidade de São Paulo (USP) e um dos fundadores do Projeto Escola do Futuro, ainda é pouco. Segundo Moran, as instituições educacionais inovadoras têm, sim, algumas características em comum: o diferencial no currículo, na metodologia, no espaço escolar e no perfil dos gestores. Especialmente, segundo o especialista, o gestor escolar precisa ser um líder.

“Uma escola não se faz apenas com tecnologia. Ainda é necessária a presença humana do professor para acolher, mediar, avaliar, entre outros aspectos. Se tiver um gestor com projeto, que tenha um plano, prazos e se cerque de uma boa equipe, a mudança é possível. E o líder tem que querer aprender e testar. Não basta apenas contratar consultorias”, explica Moran, que será um dos palestrantes da Bett Educar 2020, evento que acontece de 12 a 15 de maio, no Transamérica Expo Center, em São Paulo.

Essa discussão estará no centro das atenções do Congresso Bett Educar, que em seus quatro eixos norteadores, deu um peso extra para dois deles: políticas públicas e gestão. Este último, inclusive, conta com uma agenda própria no Fórum de Gestores.

Planejamento é o ponto de partida da gestão inovadora

Embora as escolas sejam ainda um tanto apartadas do cenário empresarial, segundo especialistas do setor em gestão inovadora, a organização profissional das instituições de ensino ajuda o pedagógico a inovar sem perder retorno financeiro. Não importa qual seja o tamanho da escola, o momento é de mudança de paradigmas.

"É preciso entender, o quanto antes, que a discussão sobre inovação não é sobre tecnologia; é mais uma mudança no modelo mental e da cultura organizacional, inclusive quando se trata de escolas”, disse Andrezza Amorelli, diretora-geral e cocriadora de Espaços de Aprendizagem no Colégio Elvira Brandão.

Amorelli explica que o diretor de uma escola inovadora precisa realizar uma gestão de liderança que inspire pessoas. Um trabalho que deve ser implementado juntamente com o desenvolvimento de competências e habilidades focadas em desenvolvimento humano.

"A escola precisa renovar a maneira como ela enxerga o mundo. Por um lado, as empresas estão em constante transformação, mas as instituições de ensino não avançaram", disse a diretora, que também estará no Congresso Bett Educar, no dia 13 de maio, com a palestra "Socorro, sou gestor escolar no século 21 - provocações para criação de planejamentos estratégicos eficazes".

Na ocasião, Andrezza Amorelli dividirá o auditório com Walter Moreira Neto, diretor de Estratégia Corporativa do Colégio Novo Tempo, de Santos (SP). Economista de origem, Walter atua em Educação há quatro anos, quando decidiu empreender. Os resultados foram tão positivos que o colégio o convidou para assumir toda a estratégia da instituição. "É preciso incentivar a profissionalização para escolas, porque 99% ainda não se enxergam como empresas", disse o diretor.

Com uma experiência de dez anos no mercado financeiro, Neto acredita que 2020 seja o ano de consolidação das mudanças implementadas no Novo Tempo. E é justamente esse case que o diretor pretende apresentar durante o Congresso. "Quero dividir com os participantes a nossa mudança de paradigma, quando começamos a trabalhar com planejamento estratégico, metodologias ágeis de gestão e implantamos novos modelos de valorização do professor."

No cenário atual, políticas públicas e gestão são dois dos temas mais relevantes para as instituições de ensino. Por isso, a programação da Bett Educar 2020 visa proporcionar uma verdadeira imersão nesses temas, colocando em pauta os desafios do setor e as tendências, seja por meio de cases, seja nas palestras altamente informativas.  As inscrições para participação no Congresso Bett Educar 2020 permanecem abertas no site do evento: bettbrasileducar.com.br. 

Veja mais
Loading

Assine a newsletter da Bett Educar

Seja o primeiro a saber sobre novos palestrantes, conteúdos recém-lançados, notícias, novidades de quem está exibindo e muito mais.


 

Botões superiores

Parceiros

 

 

Patrocinadores