• GB Flag

Já sabemos como são as escolas do Século XXI

17 Oct 2017 by: Vera Cabral

É muito difícil pensar o futuro sem ficar preso às nossas referências, que são necessariamente do passado.  Até por esse motivo, concretizar aquilo que muito se discute sobre a educação que prepara os estudantes para o futuro, neste momento de transformação em que vivemos, é tão difícil. Desde o final do século passado falamos da educação do século XXI. Duas décadas já se passaram e ainda “patinamos”, sem saber muito bem por onde avançar.

Apenas nos anos mais recentes começamos a dar concretude ao que era apenas discussão. Antes disso, pesquisas chegaram a mostrar que o uso de recursos de tecnologia não teria efeito sobre a aprendizagem. E, de fato, hoje sabemos que o que faz a diferença não é o seu estrito uso, mas toda uma mudança na concepção da escola e da educação.

Hoje já temos um conjunto robusto de evidências que apontam para isso. A discussão sobre efetividade do uso de recursos de tecnologia nem se coloca mais: é dado que soluções de qualidade, adaptadas aos projetos das escolas e das turmas são primordiais. Os ganhos, em termos de resultados e de qualidade dos processos de aprendizagem, são muito relevantes.

Os exemplos são muitos. Entre inúmeras escolas que conhecemos, que apresentam trabalho consistente de implementar a assim chamada “educação do século XXI”, uma chama muito a minha atenção.

Chama-se “School 21”, na Inglaterra. O porquê de meu encantamento? A escola localiza-se na região leste de Londres e tem seu alunado composto por crianças socialmente menos favorecidas: em grande parte imigrantes, ou filhos de;  provenientes de famílias que não têm o inglês como sua primeira língua.  É uma” Academy”: escola pública, com gestão privada. Isso significa que ela se sustenta com recursos públicos e precisa seguir estritamente as definições do Offstead ( a temida instância de supervisão do Governo do Reino Unido, que estabelece parâmetros de funcionamento e de resultados para as escolas).  Com todas essas dificuldades, conseguiu se estabelecer como uma escola de excelência e inovadora.

Muito do que eles fazem pode ser visto no próprio site da escola (www.school21.uk), que sem dúvida merece um olhar cuidadoso.

Vale destacar alguns pontos. Primeiro, o entendimento de que “educação deva ser feita de forma diferente, se queremos preparar os jovens para o mundo em que eles vão viver”...   O ponto de partida é o entendimento de que a escola precise balancear aquilo que chamam “Cabeça (sucesso acadêmico), coração (caráter e bem-estar) e mãos (gerar ideias, resolver problemas, fazer a diferença)”. 

“Assim, a School 21 desenvolveu uma série de pedagogias e abordagens que dão aos estudantes a chance de encontrarem sua voz; desenvolverem compreensão e conhecimentos profundos; e criarem trabalhos maravilhosos, com valor real que transcenda a dimensão da sala de aula.”

Os valores centrais da escola são: Humanidade, entendido como “ser bom e cuidar uns dos outros”; e Integridade, “ser verdadeiro com suas palavras”.

E, por fim, destaco os atributos, que dizem respeito não apenas aos alunos, mas à comunidade escolar: profissionalismo; eloquência; expertise; habilidades manuais; garra; curiosidade.

A essência da implementação do projeto da escola é o trabalho sistemático, em equipe e visando a excelência. O uso de recursos de tecnologia é um dos pilares. Refazer as coisas até chegar ao melhor é quase um mantra.

Como sabemos, no papel é fácil. Mas em seus 5 anos de existência, a escola vem obtendo excelentes resultados, seja nas avaliações do Offstead (que, como se pode intuir, tem critérios bem conservadores e sólidos de avaliação), seja na implementação de seu projeto de preparar cidadãos para o século XXI.

A 25ª edição da Bett Educar apresenta a Transformação da Educação como tema principal em 2018 e irá apresentar diversos usos de recursos de tecnologia na aprendizagem. O evento acontecerá de 8 a 11 de maio de 2018 no São Paulo Expo, em São Paulo.

View all Bett Blog
Loading

Parceiros