• GB Flag

Os Gigantes na Educação

18 Sep 2017 by: Vera Cabral

É interessante notar que, nos últimos anos, de forma crescente, educação deixou de ser “assunto exclusivo de educadores”.  Costumo brincar que, hoje, em futebol e em educação todo mundo tem opinião.

Para além da brincadeira, nos dias de hoje, a educação define-se como vantagem comparativa das sociedades, base para o desenvolvimento econômico e social. E, do ponto de vista dos indivíduos, ela é o fator chave, a condição básica para a inserção produtiva.

Nessa esteira, e a partir do intenso desenvolvimento tecnológico, grandes corporações passaram identificar no setor educação enormes oportunidades de negócio. Altos investimentos e muita pesquisa e desenvolvimento definiram produtos e soluções cada vez mais interessantes e adaptados às necessidades da educação.  

Um caso recente e emblemático é o do Watson, o supercomputador da IBM, com imensa capacidade de processamento e de “aprendizagem”, a partir de inteligência artificial.  Neste mês de setembro, depois de um árduo trabalho aprendendo, com professores reais, a procurar, selecionar e avaliar planos de aulas e conteúdos instrucionais gratuitos na internet, foi lançado, o “Teacher Advisor with Watson” -  Conselheiro dos Professores, em tradução livre (www.teacheradvisory.org).  A proposta é que a plataforma faça a busca e curadoria de conteúdos disponíveis na internet, facilitando e otimizando o trabalho dos professores, contribuindo para a sua própria aprendizagem sobre os conteúdos e apresentando estratégias diversas para o trabalho em sala de aula. Melhor ainda: o recurso também é gratuito. Exemplo bem claro do uso da inteligência artificial a favor da educação básica, disponível a todos, com enorme potencial de reduzir disparidades econômicas e sociais no acesso de educação de qualidade. Para nós, pena que ainda esteja tudo em inglês. Mas não deve demorar para chegar a versão em português, já que o Watson já conhece a língua de Camões, uma vez que já vem sendo utilizado em diversas aplicações por aqui, especialmente na área bancária.

Mas falando em gigantes, recente pesquisa realizada nos Estados Unidos pela Education Week Research Center (https://marketbrief.edweek.org), com representatividade nacional, envolvendo professores e gestores públicos de educação,  mostra o esforço na definição de estratégias e, claramente,  a competição dos gigantes Google, Microsoft, Apple e Amazon na educação básica, tomando o espaço, inclusive, de provedores tradicionais desses mercados.  Mais de 70% dos gestores entrevistados indicam que os seus investimentos em tecnologia educacional devem crescer no próximo ano. E, apesar dos preços dos serviços e equipamentos continuarem sendo uma variável relevante para a decisão de adoção/compra, essa pesquisa corrobora outras anteriores da mesma fonte, que afirmam que o principal fator para essa decisão é a capacidade da empresa provedora de melhorar a aprendizagem dos estudantes.

É interessante notar que, se por um lado os gigantes se mobilizam para entrar e se fixar no mercado da educação básica, buscando prover soluções efetivas, criar nichos e modelos de negócio diferenciados e adequados, o mercado de educação básica vem amadurecendo e se capacitando para demandar e para fazer escolhas mais informadas, conscientes e efetivas.

A Bett Educar tratá em sua 25ª edição algumas das gigantes da educação, apresentando as últimas novidades em inovação e tecnologia para o setor educacional. A Bett Educar 2018 acontecerá de 8 a 11 de maio no São Paulo Exo, em São paulo. Agende-se!

View all Bett Blog
Loading

Parceiros